Main-lining: técnica avançada de cultivo de cannabis

 

Mainlining Cultivo Indoor de Cannabis

 

 

Salve leitores do blog, hoje é dia de mais um tutorial semanal! Mentira. O dia é terça, mas as coisas andam frenéticas por aqui e pra ter certeza de que esse tutorial recebesse a atenção que com certeza merece ele tá chegando só hoje. Criamos esse espaço de conhecimento e troca de informação pra te ajudar a se tornar um mestre na arte do cultivo de cannabis e estar sempre por perto caso você precise de ajuda. Mas não só isso. Outro motivo foi porque reconhecemos a falta de conteúdo sobre o assunto em português e abordado de forma simples, leve e objetiva. Muito por conta disso que um dos nossos grandes propósitos aqui é ajudar a democratizar o acesso à esse tipo de conhecimento, então tá liberado mandar praquele amigo que precisa ficar sabendo, pra tia, pra vó, e até pro jardineiro do bairro pra ver se ele se anima (vai que né...). Sem mais delongas, se prepara porque o assunto da vez é ouro!

 

O Mainlining é uma técnica avançada de cultivo de cannabis nomeada pelo mestre grower e fotógrafo Nugbuckets, que serve para aumentar significativamente o desenvolvimento das flores. O próprio Nugbuckets fala que essa técnica já havia sido inventada antes dele chamá-la por esse nome, mas ele pegou e hoje é falado por growers do mundo todo. Prepara a lâmina e o barbante que o que a gente vai te ensinar é uma das técnicas mais iradas para que você tenha rendimentos muito maiores e flores de altíssima qualidade! 

Agora, a técnica avançada de cultivo de maconha Mainlining pode parecer complicada num primeiro momento, mas ela é sim simples e pode ser feita por qualquer pessoa. Na teoria ela otimiza a distribuição e o fluxo de nutrientes entre todas as copas da planta, formando vários buds de maior tamanho, peso e qualidade.

 

No que consiste o mainlining?

O Mainlining consiste na desativação da dominância apical da planta, que é a tendência dela de se concentrar no desenvolvimento de um só tronco, copa ou bud principal. Com o domínio apical quebrado, a planta tende a distribuir de maneira igual os nutrientes em todos os troncos restantes, e isso faz com que se crie um maior número de copas e consequentemente muito mais flores.

Ela também utiliza em conjunto outra técnica avançada de cultivo chamada Lollipopping, que consiste em retirar os pequenos galhos e folhas inferiores que não desenvolvem muitas flores e que também roubam nutrientes dos buds principais. 

Essa técnica também melhora o fluxo de nutrientes como um todo, pois o caminho que os levam até as flores acaba se tornando menor e horizontal em certa parte do caule, facilitando assim todo trânsito de nutrientes.

 

Vantagens e desvantagens do Mainlining no cultivo de cannabis

Você vai conseguir controlar a altura das copas da sua planta, e isso faz com que os Lúmens sejam muito melhor distribuídos por toda ela, melhorando assim a absorção de energia pela totalidade das folhas e otimizando o espaço do seu grow. Além disso, ela vai diminuir a perda das pequenas flores que se formam nos galhos inferiores da planta e também vai ajudar a obter flores mais densas e volumosas, e é pra isso que estamos aqui, né não?!

 

A única desvantagem deste processo é que vai levar mais tempo para você poder colher suas tão esperadas flores. Cada corte que você fizer leva alguns dias para regenerar, a planta estabiliza e volta a crescer geralmente com 4-7 dias e cada corte adicional nas copas deve levar uma semana ou mais de intervalo para que a planta consiga voltar a crescer normalmente. Isso vai fazer você perder algumas semanas a mais no estado vegetativo de crescimento, então é preciso um pouco de paciência.

 

Cultivo Indoor de Cannabis Medicinal

 

A técnica Mainlining

 

Passo 1: Espere até que a jovem planta possua de 5 a 6 nós

Tudo que você precisa fazer no início é deixar sua planta crescer no estágio vegetativo até que ela tenha desenvolvido 5 ou 6 nós. ‘Nós’ são as divisões do caule da planta de onde saem um par de galhos, um para um lado e outro para outro. Você também pode fazer isso quando a planta tiver mais do que 6 nós, mas estaria perdendo tempo e cortando fora tudo que foi construído pela planta. Porém se você notar que sua planta não está se desenvolvendo bem não há problema algum em esperar mais um pouco.

 

Minha planta já tem 5-6 nós, o que eu preciso fazer?

Primeiro separe uma lâmina de corte e um barbante ou fio (de preferência macio e fácil de usar). Identifique e conte a quantidade de nós novamente (não custa nada) e tenha também a certeza de que sua planta está na fase vegetativa de crescimento. Nunca corte quando a planta estiver florindo.

Editado: o brother David Schweidson lembrou a gente de mencionar uma dica valiosa (valeu David!) que é de além da lâmina de corte e do barbante é ter sempre um cicatrizante por perto pra quando for aplicar a técnica (ou se você não tiver um cicatrizante o mesmo pode ser substituído por canela em pó) e que é legal aplicar no corte já que impede a evaporação das seivas e o gasto de energia desnecessário. Ele também impede que os vasos capilares da planta sequem.

É importante ressaltar que a sua planta teve tempo para estabelecer uma massa de raiz saudável e estar crescendo vigorosamente. Quando esta técnica é aplicada à plantas muito jovens ela tende a realmente retardar o crescimento por um bom tempo.

 

Passo 2: Realize um corte acima do terceiro nó da planta

Você já verificou a quantidade de nós e também já se certificou que sua planta está no estado vegetativo de crescimento e não é jovem demais. Então agora é mão na massa.

Para iniciar você deve cortar fora o caule principal acima do 3º nó. É isso mesmo, você vai ter que cortar fora. A gente entende: agora bate aquele medo, dúvida rolando, mas pode acreditar que é tudo coisa da sua cabeça e no final tudo vai dar tudo certo. Você precisa cortar o caule e realmente diminuir o tamanho da planta pela metade. Não jogue fora a parte que foi retirada, ela pode virar um clone e gerar bons frutos ainda.

 Após cortar o caule central até acima do 3º nó chegou a hora de mudar de técnica apenas por um momento - você vai precisar realizar a Lollippoping nos galhos e folhas que ficam abaixo do 3º nó, que no caso consiste em remover todos eles. O que vai restar da planta nesse momento são somente o caule e os dois galhos que saem do 3º nó. Mais nada. Nada mesmo. Ela deve ter esta aparência:

 

 

Main Lining Cultivo de Maconha

 

Você pode optar por deixar algumas folhas extras para que o desenvolvimento e recuperação da planta seja mais rápido, mas o importante é que você retire completamente os galhos e folhas que estão abaixo do 3º nó.

Cada variedade de cannabis cresce de forma diferente. Algumas plantas precisam de mais tempo para voltar a se desenvolver vigorosamente. Outras plantas já terão galhos maiores nesta fase e você poderá amarrá-los diretamente após este corte.

Muito cuidado agora para não quebrar a haste, ela pode estar frágil. Use sua intuição e não realize a próxima etapa se achar que ela pode se quebrar!

Quando achar que a planta já está com os dois galhos mais bem desenvolvidos você precisa amarrar eles para baixo, formando assim uma linha horizontal por onde os nutrientes irão fluir direto para as copas. Vai ficar mais ou menos desta forma:

 

Main-lining: técnica avançada cultivo cannabis

 

Main-lining: técnica avançada cultivo cannabis

 

Passo 3: Permita que sua planta comece a crescer vigorosamente de novo e depois realize mais um corte 

Agora chegou a hora de permitir que sua planta volte a crescer e se desenvolver. Só depois que você perceber que ela está se desenvolvendo normalmente e não está estagnada é que você pode passar para a 3ª etapa.

A terceira parte da técnica consiste em cortar de novo as novas copas. Toda vez que você corta a copa da cannabis os nutrientes que iam até a ponta superior acabam nutrindo os galhos que vêm antes, fazendo assim com que elas se desenvolverem mais. É comum ouvir alguns growers falando que ‘quando você corta a copa da cannabis ela se divide em dois’, na verdade não há mais desenvolvimento do topo, o que ocorre é que os dois galhos que vêm antes acabam se desenvolvendo mais, fazendo as pessoas acreditarem que a copa se dividiu.

Identifique nós na extensão dos galhos principais que podem se tornar suas novas copas. Em cada copa, escolha um nó. Os nós que você escolher é que vão formar a base para suas novas copas. O mais importante aspecto desse passo é ter a certeza de que você vai escolher nós no mesmo exato lugar em ambos os lados da planta. Isso é muito importante pra eficiência da construção de tantas copas. Quando tiver escolhido os nós, corte eles diretamente acima dos mesmos.

 

Corte feito na copa da planta de cannabis



Tome cuidado pra não danificar as pontas de crescimento que saem de cada nó já que cada um vai logo se transformar em uma nova copa. Feito isso, deixe as folhas auxiliares por enquanto nas novas copas já que vão incentivar o crescimento delas.

Agora todas antigas copas principais que você já cortou devem agora estar mais ou menos assim - note as duas pontas de crescimento no final, que vão virar novas copas. Toda a vez que você cortar todas as principais numa planta você vai dobrar o número total de copas principais, então depois de realizado esse passo você tem que ter o dobro do que tinha antes.

Fertilizantes para Cultivo Indoor de Cannabis

 

O Nugbuckets geralmente já passa para esse próximo passo que vamos passar agora, mas alguns growers, especialmente os iniciantes no mainlining, preferem esperar alguns dias pra ter a certeza que a planta respondeu bem ao corte antes de remover as outras pontas de crescimento. Assim há menos oportunidade pra erro. Mas o mais importante a se fazer aqui, de qualquer maneira, é remover todas as pontas de crescimento além das novas copas. Você quer que sua planta direcione toda a energia de crescimento pras novas copas que você escolheu, e toda ponta de crescimento vai roubar a energia da variedade de copas que você está criando.

 

Antes

 

Detalhe da planta de maconha hidropônica

 

Depois

 

Amarração no Mainlining com Argila Expandida

 

Passo 4: Repita o passo número 3 até que você possua o seu número desejado de copas

Continue cortando a planta até que você tenha fabricado 8, 16 ou 32 copas principais. Como você está essencialmente dividindo uma copa principal em duas em cada corte que você realiza, aqui vai uma tabela que pode ajudar você a decidir quantas vezes você deseja cortar a planta no total e quantas copas vão ser produzidas com esse exato número de cortes.

 

 

Tabela de número de copas de cannabis

 

No cultivo indoor, como regra geral, quando cultivando sob lâmpadas é melhor fazer ao total 8 copas. Isso significa que você vai cortar a planta num total de 3 vezes, incluindo o primeiro corte. No outdoor é melhor que você obtenha um total de 8 à 16 copas pra tirar toda a vantagem possível da luz solar e assim permitir que as suas plantas virem monstros enormes e de folhagem super densa. Isso significa que você vai ter que cortar ela num total de 3 a 4 vezes ou mais.

Já se você estiver fazendo uso da técnica Scrog é preferível produzir no total de 32 copas pra tirar o máximo de vantagem possível de cada planta abaixo da rede, o que vai fazer você cortar num total de 5 vezes.

Lembre-se: não significa necessariamente que mais copas vai ser melhor. Para a maioria dos quartos de cultivo de 8 a 16 copas já é o suficiente. A não ser que você esteja cultivando com redes Scrog, mais copas normalmente não necessariamente vão resultar em mais rendimento, e sim que essas plantas vão levar mais tempo na etapa vegetativa de crescimento.

 

Passo 5: Instale um suporte redondo pra melhor controle sobre todas as copas (opcional)

Pensa que você teve todo o trabalho de construir todo o seu bouquet e agora tá só guiando a planta pro seu formato desejado. Alguns growers optam por trazer mais segurança às copas de outros jeitos, como por exemplo utilizando fios de jardinagem pra amarrar as copas no vaso ou reservatório hidropônico. Mas achamos mais prático simplesmente unir a planta à uma estrutura de metal circular, parecida com um grande anel, comumente usado no cultivo de tomates.

 

Main Lining Cultivo de Maconha

 

Esses anéis geralmente são vendidos muito altos, então talvez seja necessário cortar os pés no tamanho certo. O exato tamanho depende da estufa de cultivo e dos equipamentos que você utiliza para cultivo. Você deve deixá-lo mais alto pra plantas maiores com mais copas, e vai poder amarrar suas copas ao aro à medida que ela cresce. Esses aros são uma maneira fácil de produzir o formato plano que muitos growers almejam.

Você pode unir todas as copas às bordas do anel, ou pode também deixar algumas copas sem amarração pra que elas tomem a parte do meio. Então pra oito copas, por exemplo, você amarraria seis das copas no aro e duas delas deixaria livres pra crescerem no meio.

Caso você esteja no cultivo indoor onde a altura é limitada, pode realizar um Supercropping leve nas plantas pra manter elas ultra pequenas e iguais, especialmente se notado alguma copa crescendo mais que as outras.

 

Passo 6: Remova qualquer barbante, fio ou aro uma vez que planta estiver formatada e as múltiplas copas estarem totalmente formadas

Todo e qualquer fio ou aro que você usar para segurar sua planta são apenas pra uma amarração temporária. Preste atenção no quão apertados e a quanto tempo eles estão amarrados em volta de um galho ou tronco específico. Quando o bouquet (todas as múltiplas copas) ou estrutura da planta já estiver formada, você pode e deve remover todas as ligações. Se deixadas por tempo demais os fios podem apertar e eventualmente danificar o tronco.

 

Passo 7: Agora basicamente é só relaxar e deixar que o mainlining faça o resto do trabalho por você

Nesse estágio você basicamente já terminou! Deixe as plantas crescerem vegetativamente até que o topo das copas tenham alcançado uns 15 centímetros acima de onde o topo do anel costumava ficar (ou então uns 50 centímetros da base das raízes). Nesse ponto é só mudar pra fase de floração e deixar a planta seguir seu curso natural! Daqui em diante existe muito pouco que você possa fazer além de manter sua planta viva e feliz até a hora da colheita.

Se você notar qualquer copa ficando mais alta que as outras, una gentilmente essa copa em volta do aro de tomate até que a altura esteja mais uniforme em relação às outras ou se não estiver usando o aro, pegue a copa em questão e amarre pra longe do centro da planta e mantenha ela segura lá. Você pode continuar usando essas amarrações pra manipular de forma suave a planta pra que ela caiba basicamente em qualquer espaço.

 

A planta deve naturalmente crescer num formato igual à esse, produzindo copas enormes, gordas e densas que tiram o melhor proveito possível da sua luz!

 Mainlining no Cultivo Indoor de Cannabis

QUER SABER MAIS? FOLLOW US!
FACEBOOK.COM/CULTIVAGROWSHOP / INSTAGRAM.COM/CULTIVAGROWSHOP 
 

 

Disclaimer: A Cultiva Growshop não se responsabiliza pelo uso indevido dessas informações, que são fabricadas para uso exclusivo de pessoas que possuem o salvo conduto para plantar cannabis e para empresas e associações também com autorização.